A adaptação do Palco Literário do livro Vidas Secas , de Graciliano Ramos conta a história de pessoas que vivem no sertão brasileiro e o sacrifício delas para sobreviver. Abordando a problemática da seca e a opressão social no Nordeste do Brasil.
      A adaptação feita pelo Palco Literário, assim como o  livro tem caráter fragmentário.São quadros, episódios que acabam se interligando com uma certa autonomia.
      Considerada a melhor obra de Graciliano Ramos, Vida Secas acompanha a trajetória  da família de Fabiano, Sinhá Vitória, os dois filhos e a cachorra baleia, o que impulsiona esses personagens é  a seca e paradoxalmente a ligação telúrica, afetiva que expõe naqueles seres em retirada, à procura de meios de sobrevivência e um futuro.